Asset Publisher

ANTT eleva tarifa do pedágio da BR-163 para R$ 2,66

Fonte: www.olhardireto.com.br
Ajustar tamanho do texto: +|-| Normal

A cobrança da tarifa de pedágio nos 850 quilômetros da BR-163 concessionados ainda não começou e já foi reajustada em 0,86%. No último dia 16 de setembro, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou a revisão extraordinária da tarifa básica de pedágio para R$ 2,661. A concessão do trecho entre a divisa com o Mato Grosso do Sul e Sinop é de concessão da concessionária Rota do Oeste, da Odebrecht TransPort. A concessionária venceu o certame com um deságio de 52% da tarifa proposta pelo governo federal, ou seja, ofereceu tarifa básica de R$ 2,638 por eixo a cada 100 quilômetros. "As revisões tarifárias visam recompor o equilíbrio econômico financeiro dos contratos em face de alterações neles realizadas", declara a ANTT.

De acordo com a Agência, levou-se em conta no momento de realizar a revisão tarifária básica "a duplicação e a implantação de vias marginais (sentido Sinop/MT) em segmento urbano de 2,3 quilômetros, entre o km 117+600 e o km 119+900, em Rondonópolis/MT, além dos custos de manutenção e conservação das obras".

O trecho concessionado possui 850,9 quilômetros e a Rota do Oeste possui concessão do mesmo por 30 anos. O pedágio somente poderá ser cobrado a partir do momento em que 10% das obras de duplicação de sua competência, ou seja, 45 quilômetros estiverem prontos. Apesar de ter concessão de 850,9 quilômetros, a Rota do Oeste é responsável pela duplicação de aproximadamente 450 quilômetros. Os demais são de competência do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) por decisão do governo federal.

As estimativas da Rota do Oeste é que o pedágio passe a ser cobrado entre o final do primeiro semestre e o início do segundo semestre de 2015.

 


Para ver as notícias antigas clique aqui.