Publicador de conteúdo

Mato Grosso terá bandeira tarifária vermelha na conta de energia

Autor: Site Olhar Direto
Ajustar tamanho do texto: +|-| Normal

 Os mato-grossenses terão novamente um acréscimo de R$ 3 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos na conta de energia elétrica em fevereiro. O Estado terá em fevereiro a bandeira tarifária vermelha, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os baixos níveis dos reservatórios na região Sudeste levarão a uma maior produção de energia por parte das termelétricas.

De acordo com a Aneel, somente não terão bandeira tarifária vermelha os Estados do Amazonas, Amapá e Roraima. 

Em janeiro os consumidores de Mato Grosso também pagaram mais caro pela energia elétrica com o sistema de bandeiras tarifárias. A bandeira vermelha segue sendo utilizada em decorrência ao uso intenso da energia proveniente termelétricas, cujo custo de geração é mais caro que os das usinas hidrelétricas.

Em janeiro cerca de 150 mil unidades consumidoras de energia elétrica em Mato Grosso ficaram sem o serviço após o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) determinar a interrupção do fornecimento de energia no Estado e em mais outros 11. A alegação do governo federal para a interrupção na ocasião foi a existência de "restrições na transferência de energia das Regiões Norte e Nordeste para o Sudeste, aliadas à elevação da demanda no horário de pico, provocaram a redução na frequência elétrica". Além de Mato Grosso, faltou luz em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Rondônia na ocasião.

 


Para ver as notícias antigas clique aqui.