Pular para o conteúdo
Voltar

Nova administração vai cobrar por estacionamento na Rodoviária de Cuiabá

Paulo Enrique

A | A

CAMILA PAULINO
DA REDAÇÃO

 

A Agência Estadual de Regulação (Ager-MT) autorizou a empresa Sinart, responsável por administrar a Rodoviária Engenheiro Cássio Veiga de Sá, em Cuiabá, a cobrar pelo estacionamento no local. Os valores ainda são calculados pela concessionária e devem ser divulgados nos próximos dias. A resolução foi publicada no Diário Oficial do Estado, de quarta-feira (29).

De acordo com a ouvidora da Ager, Clarice Zunta, a intenção é controlar o uso do estacionamento que vem sendo utilizado por comerciantes da região e pessoas que não estão usufruindo de fato do local.

“Esta medida foi tomada para garantir que os usuários do espaço não sejam prejudicados, pois quem precisa do espaço às vezes não encontra vaga, pois outras pessoas deixam os carros estacionados por horas ali, sendo que não estão no local”, disse a ouvidora ao repórter mt.

As regras pré-estabelecidas permitem que os usuários dos serviços da rodoviária tenham o direiro de usufruir do estacionamento por até até duas horas sem ter que pagar, mas para isso será preciso comprovar que estava no local. O tempo de carência para a cobrança será de meia hora.

“O estacionamento terá meia hora de carência para embarque e desembarque, sem precisar comprovar permanência no local, e o usuário poderá ficar por até duas horas no local desde que comprovando por meio de carimbo de alguma empresa do local, após isso tem que pagar pela permanência”, explicou a ouvidora.

A ouvidora disse que ainda não há prazo para começar a valer a cobrança e que é a própria concessionária que vai definir valores e passar para a Ager aprovar.

“A Ager ainda não foi comunicada sobre valores e data de início da cobrança, é recente a autorização. Vamos aguardar a empresa realizar os cálculos e nos encaminhar a documentação. Ainda nem recebemos o contrato de concessão”, disse Clarice.

Após definidos valores e data, a concessionária deverá dar publicidade ao fato e deixar disponível no local tabela de preços. 

A concessão

A nova empresa começou a administrar a rodoviária no dia 16 de novembro sob a responsabilidade de efetuar melhorias no local. Um contratado emergencial feito entre a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e a Sinart autoriza a empresa a administrar o local por seis meses até que seja realizada a concessão definitiva. 

Está prevista a implantação de caixas eletrônicos, unidades bancárias, novos restaurantes, lojas e até a instalação de uma unidade de Ganha Tempo. Outra melhoria que deverá ocorrer será a climatização da unidade e a disponibilidade de internet gratuita (wifi). 

Atualmente a Sinart administra 35 terminais rodoviários em todo o Brasil.

A antiga empresa Servert operava há 23 anos na unidade, sendo que há uma década estava sem contrato. Ou seja, dessa forma não vinha fazendo os investimentos necessários na rodoviária.