Pular para o conteúdo
Voltar

Ager-MT reforça ação de fiscalização educativa em parceria com Polícia Militar e Serviço de Mobilidade Urbana

Ação faz parte do trabalho de fiscalização educativa no combate ao novo Coronavírus
ASCOM | AGER-MT

- Foto por: ascom/ager
A | A

A Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso através da equipe de fiscalização do transporte rodoviário intermunicipal em parceria com a Polícia Militar do Estado de Mato Grosso e a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana de Várzea Grande, reforçaram na manhã desta terça-feira (19), no terminal André Maggi, em Várzea Grande o trabalho de orientação sobre a importância de se cumprir as determinações dos órgãos de saúde para se prevenir a disseminação do Covid-19.

 

Durante a operação os usuários do transporte público coletivo metropolitano receberam orientações dos agentes de fiscalização que têm se voltado para a conscientização das pessoas quanto à importância de seguir as recomendações de saúde nesse período de pandemia.

 

De acordo com o diretor de Transportes e Rodovias, Paulo Henrique, as ações não são fixas, no entanto, visa atingir toda população mato-grossense. “A população precisa entender que todos estamos passando por um momento delicado, é necessário união para que possamos conter o avanço da doença”, disse.

 

O trabalho em conjunto é a melhor forma de se cumprir a missão com responsabilidade social segundo o presidente da Ager, Luis Nespolo. Diante disto, a Agência com o apoio dos órgãos irá operar diuturnamente na orientação e fiscalização no intuito de combater o avanço do Coronavírus por meio do transporte em Mato Grosso.

 

“Garantiremos a execução das fiscalizações e seguiremos informando a população das instruções preventivas que devem ser adotadas no transporte público coletivo metropolitano. Além disso, nosso objetivo é proporcionar mais segurança e qualidade aos usuários do transporte coletivo intermunicipal e coibir a prática ilegal do transporte clandestino”, explicou o presidente.

A participação da Polícia Militar foi tanto no sentido preventivo quanto repressivo, conforme o 2° tenente da Polícia Militar, Mário Simões Pedroga. “Podemos dizer que a polícia ostensiva é também conhecida como preventiva, voltada especialmente para evitar a ocorrência de delitos e, garantir a permanência da ordem pública”, observou. 

 

Para o gerente operacional da empresa União Transportes, Cícero Neponuceno, diante das medidas preventivas contra o novo Coronavírus, os permissionários, empresas do transporte público estão preocupados com o impacto financeiro, porém o foco está na saúde das pessoas e no controle da Covid-19.

“Milhares de vidas estão em jogo e a conduta de cada cidadão influencia diretamente na segurança de todos, como um serviço essencial o transporte precisa continuar operando e já se torna um tema crítico diante do que estamos vivenciando”, ressaltou.

 

Estiveram presentes o coordenador de Transportes da Ager, Fernando Gadenz e o coordenador de Transporte da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana de Várzea Grande, Cláudio José da Silva.