Pular para o conteúdo
Voltar

Ager-MT entrega cerca de 15 uniformes para servidores das áreas finalísticas

Entre os materiais entregues aos profissionais que atuam no setor de fiscalização, estão camiseta manga longa e manga curta, colete, calça, cinto, chapéu, bota e meias.
ASCOM | AGER-MT

- Foto por: Tchelo Figueiredo
A | A

A Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager-MT) realizou a entrega de cerca de 15 uniformes aos servidores da pasta. O evento o ocorreu no fim da tarde desta terça-feira (17), durante uma cerimônia que reuniu toda equipe da gestão na rodoviária Engenheiro Cássio Veiga de Sá, em Cuiabá. Esse é o primeiro lote adquirido desde que a nova gestão assumiu a Agência.

O diretor da pasta de Transportes e Rodovias, Paulo Henrique, ressalta que esses uniformes atendem o setor de fiscalização, no monitoramento do transporte. “Tenho acompanhado a evolução deste órgão e, hoje estamos caminhando para mais um marco na história da Agência Reguladora que tem buscado investir na política de valorização do servidor e das pessoas, estou muito feliz de participar desse momento”.

Além da sede do órgão regulador dos serviços públicos, as unidades regionais também receberá os uniformes. Entre os materiais estão: camiseta manga longa e manga curta com protetor solar, colete, chapéu, calça, bota e meias. Conforme o presidente da Ager, Fábio Calmon, o processo para aquisição demandou esforço conjunto de diversos servidores. Além disso, é uma área burocrática, que requer atenção nos mínimos detalhes. 

“Foi um processo lento, complexo, com muitas especificidades para serem cumpridas e numa época de grande limitação econômica do Estado, por isso estamos comemorando como uma grande vitória mais essa entrega”, pontuo Fábio.

O diretor de Ouvidoria, José Rodrigues e a diretora de Energia e Gás, Gisele Rios também comemoraram a conquista. A diretora Gisele classificou o momento como mais uma etapa rumo ao avanço da gestão de regulação, que segundo ela deve ser valorizados com investimentos e valorização do profissional. “ A luta pela valorização do servidor não se limita apenas na aquisição de uniformes, mas isso faz parte das metas a serem alcançadas pela gestão e também contribui para que o servidor trabalhe de forma segura”.