Pular para o conteúdo
Voltar

Expresso Itamarati entrega projeto executivo na Ager

Expresso Itamarati entrega projeto executivo na Ager
THAÍS OLEGÁRIO | ASCOM/AGER | AGER

- Foto por: AGER
A | A

Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos de Mato Grosso (Ager) recebeu na tarde desta quarta-feira (15) a empresa Expresso Itamarati com o projeto de execução do que irá realizar nos próximos seis meses de contrato. A empresa venceu na categoria básica na licitação do emergencial em março/abril deste ano e passa a ter linhas nas regiões de Rondonópolis.

A formalização do sistema intermunicipal é resultado do processo de contratação emergencial que visa regularizar o transporte intermunicipal, barrando a atuação de empresas que não têm contrato formal e atuam de maneira precária no Estado.

Segundo o diretor superintendente da Itamarati, Gentil Zanella Afonso, ver a seriedade do trabalho desenvolvido pela agência estadual de regulação e fiscalização foi o que motivou a empresa vir.

“A expectativa é muito boa, um contrato viável, o papel da Ager é fundamental. O que nos animou vir pra cá é a postura da Agência em cuidar do sistema, de não se omitir frente à problemas de clandestinos e tudo mais e, isso nos dá esperança que será um contrato bastante interessante”, falou.

A retração deve ser em torno de 34% na linha Cuiabá-Rondonópolis. A passagem que hoje está em torno de R$ 60, tende a passar para um pouco mais de R$ 40. As cidades têm distância de 219 quilômetros. O coeficiente tarifário proposto pela Expresso Itamarati foi de R$ 0,194. A contratação emergencial teve como um dos principais requisitos o menor coeficiente tarifário.